Câmara discute com o executivo regulamentação de pagamento de horas extras aos enfermeiros de Pedro Leopoldo

     Um projeto de lei de autoria da prefeita, que prevê o pagamento de horas extras para técnicos de enfermagem e enfermeiros, foi retirado de tramitação na Câmara Municipal e a regulamentação será por decreto do Executivo Municipal.
    Na manhã de sexta-feira, 09, o presidente da Câmara, Eldir Batista (Baixinho), se reuniu junto dos vereadores Warlen Alves, Fred Piau, Matheus Utsch e Rafa,   membros do executivo, os secretários de administração Marcos Batista,  Dr. Hélio Neri, a representante dos enfermeiros, Margarete e o jurídico da Câmara, para que a discussão sobre as questões legais do projeto.
    Após análise foi verificado que, na Lei Municipal 1812/1992, do regime jurídico dos servidores, já tem cláusula que trata sobre horas extras. Porém, não é detalhado, nem específico para o momento da pandemia, mas são detalhes que podem ser acrescentados através de decreto do Executivo.
     Por essa razão, os secretários acharam melhor, ao invés de manter o projeto de lei em tramitação, que englobaria assunto já disposto na Lei 1812/1992, conversar com a prefeita Eloisa, para que, os detalhes não abordados na lei já existente, sejam regulamentados por meio de decreto.
    E, nesse decreto, seria previsto a quantidade de horas extras permitidas aos profissionais da saúde e o valor a ser pago, tendo em vista a necessidade atual.
Por fim, o secretário de administração, Marcos, explicou que, o fato do projeto estar sendo retirado de tramitação, não significa que não serão feitos os devidos pagamentos, significa que, as horas extras serão regulamentadas por decreto, a tramitação de um novo projeto de lei não é necessária.
Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.