Vigilância em Saúde esclarece sobre “Fumacê” para o combate à Dengue

Buscando responder os questionamentos e dúvidas da população em relação a possibilidade de utilização do “fumacê” em nosso município, a secretaria municipal de saúde, através da Divisão de Vigilância em Saúde esclarece:

O UBV pesado popularmente conhecido como fumacê, é um equipamento adaptado com bombas utilizado para aplicação de inseticida diluído em água para matar o mosquito Aedes aegypti. É utilizado como forma complementar e emergencial às atividades de combate e para promover a rápida interrupção da transmissão da dengue, quando esta atinge níveis epidêmicos.

Portanto, para a liberação do fumacê, que é feita pela Secretaria de Estado da Saúde, existem critérios bem definidos, entre eles, o município deve estar vivenciando uma epidemia, que corresponde a uma incidência maior que 30 casos de dengue por 10.000 habitantes, o que no momento não acontece.

É importante reiterar que a eficácia deste método complementar é bastante limitada e depende de vários fatores. O Aedes aegypti é um mosquito doméstico. Ele vive preferencialmente dentro dos domicílios humanos, em locais cobertos. As chances de que tais aplicações de inseticidas entrem em contato com o mosquito são mínimas tendo em vista esta característica fundamental do comportamento do vetor. Vale ressaltar, também, que o veneno mata apenas os mosquitos já adultos e não as larvas, o que não impede que novos mosquitos voltem a aparecer depois da passagem do fumacê.

Portanto como já é de amplo conhecimento a melhor forma de se evitar a dengue/zika/chikungunya é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor destas doenças.

A Prefeitura tem empenhado esforços e investido nas ações de eliminação dos criadouros e no incentivo às parcerias para a mobilização popular.

Assim, a utilização do veículo UBV (Ultra Baixo Volume) pesado, popularmente conhecido como “fumacê” como modalidade de controle químico do vetor transmissor da dengue somente pode ser realizado dentro das diretrizes do Plano Nacional de Controle da Dengue e sob a supervisão e autorização da Secretaria de Estado de Saúde.

Atualização dos casos de Dengue, com base nos últimos resultados liberados pela FUNED (Fundação Ezequiel Dias):

Notificados – 60

Confirmados – 4

Descartados – 21

Em caso de dúvidas, buscar orientação com os Agente de Endemias nas visitas domiciliares ou no Setor de Zoonoses Municipal – Tel. 3662-3776

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.