Pedro Leopoldo assume custos do Catarata Zero e dá continuidade ao projeto com recursos próprios

As cirurgias eram realizadas com repasses do Cisrec até agosto. Há um ano Pedro Leopoldo está custeando o programa com recursos próprios e as operações continuam sendo realizadas normalmente pela Secretaria Municipal de Saúde

 Desde 2017, no primeiro ano da atual gestão, centenas de pacientes que aguardavam na fila por cirurgias de catarata em Pedro Leopoldo vinham sendo submetidos ao procedimento por meio da parceria entre cinco municípios, incluindo Pedro Leopoldo, e o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Calcário (Cisrec). No entanto, no mês de agosto de 2018 os repasses via Consórcio se encerraram. Para não parar com as cirurgias e dar continuidade ao programa Catarata Zero, o município de Pedro Leopoldo assumiu a iniciativa com recursos próprios. “É um programa muito importante, que traz qualidade de vida às pessoas, dando a elas autonomia para realizar atividades cotidianas antes impossibilitadas pela visão embaçada. Assumimos o compromisso e continuamos realizando as operações normalmente. O Programa permanece e continua trazendo aos pacientes a oportunidade de voltar a enxergar com qualidade”, destacou o Prefeito de Pedro Leopoldo, Cristiano Marião.

Desde que o município assumiu o programa, em setembro do ano passado, foram quase 300 pacientes atendidos, um investimento próprio de cerca de 40 mil reais por mês.

A doença

 

A catarata pode ser considerada uma das principais doenças oftalmológicas e afeta principalmente idosos. pessoas que têm catarata tem a visão nublada, como se olhassem por uma janela embaçada ou enevoada. Essa visão nublada pode tornar mais difíceis tarefas como ler, dirigir um carro ou interpretar a expressão das pessoas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, o que representa cerca de 20 milhões de pessoas.

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.